8 atitudes empreendedoras para adotar no home office

 Em diversos

Neste momento em que todos estão recolhidos em suas casas, trabalhando de maneira remota, é preciso muita atitude empreendedora. Isso porque é uma situação nova para vários profissionais, que requer um jeito diferente de enxergar e organizar o trabalho. É preciso ser dono do seu tempo e se responsabilizar para não perder a disciplina e a produtividade em meio à liberdade. Compartilhamos aqui as lições que aprendemos com os nossos entrevistados e que podem ser especialmente úteis no contexto atual:

  • Adaptação: especialmente nós, brasileiros, temos uma capacidade acima da média de nos adaptar e persistir diante das dificuldades e de mudanças de cenário. Essa observação foi feita por empreendedores que moram no exterior. É hora de usar isso a nosso favor.
  • Energia: ficar isolado em casa, longe dos amigos e, algumas vezes, da família, pode nos deixar mais tristes. Passar por esse momento com boa saúde – física e mental – requer manter a energia. As pessoas com atitude empreendedora usam a energia alta para criar oportunidades nos momentos mais difíceis, ver o lado positivo das situações e, assim, puxar consigo todos ao seu redor. Também vale passar mais tempo perto da família ou trocar as horas de deslocamento por horas dedicadas a cozinhar uma boa refeição.
  • Otimismo: quem tem atitude empreendedora geralmente é otimista. Se você acreditar que algo não vai dar certo, já de largada sai com grandes chances de não dar mesmo. Então, mantendo o contanto com a realidade, prefira focar no copo meio cheio de cada momento. Sempre há uma perspectiva em que o futuro é convidativo.
  • Errar até acertar: poucas pessoas estão acostumadas a trabalhar de casa – muito menos o tempo todo, todo dia. No começo, pode ser um desafio se adaptar à nova rotina. Então, que tal testar o que funciona melhor para você? Ter atitude empreendedora é experimentar o que deu certo para outros e o que mais passar na sua cabeça até obter o melhor resultado. No caso do home office, para alguns, acordar e começar a trabalhar todo dia no mesmo horário pode funcionar melhor do que variar a rotina, enquanto para outros, a flexibilidade pode ser uma aliada.
  • Ouvir mais: em uma situação de pânico mundial, é de se esperar que as emoções fiquem à flor da pele. Medo, dúvida e insegurança são sensações naturais e possivelmente muitas pessoas ao seu redor (e talvez até você mesmo) estão sentindo isso. Procure fazer uma pausa e escutar o que as pessoas têm a dizer. Pratique a empatia e dê atenção ao outro. Isso vale para os colegas de trabalho, que com a tecnologia podem estar a um botão de distância. Ouça também quem já passou por outras crises, quem já está acostumado ao home office e têm algo a compartilhar sobre sua experiência.
  • Coragem: neste momento, isso pode significar apenas um estado de espírito, já que o que devemos fazer é seguir recomendações médicas e arriscar o mínimo possível. Muitas vezes, coragem é silenciar, esperar, confiar. Fazer seu trabalho e o que mais estiver ao seu alcance sem esmorecer, sem se deixar contaminar por um pessimismo improdutivo. Alimente o espírito corajoso e siga em frente. Tudo isso pode nos transformar para melhor.
  • Tudo é construção: nada acontece se ninguém tomar a iniciativa. Para a sua nova rotina e a relação com o seu time funcionar, certamente será preciso esforço e ajustes de rota. Persista e não desista na primeira frustração. O mesmo vale para quem tem clientes e precisa mantê-los interessados e ativos. Mova-se. Tome a iniciativa. Não desistia na primeira falha ou negativa. O que é duradouro leva tempo e exige esforço para ser construído.
  • Aprender a aprender: aproveite esse momento turbulento para desenvolver novas habilidades. Muitos professores estão tendo que dar aulas online pela primeira vez. Muitas escolas, de diversas partes do mundo e especialidades variadas, estão abrindo seus cursos gratuitamente. Por que não usar essa oportunidade para aprender. Seja o que for. Começando por conhecer melhor as ferramentas de tecnologia, de transmissão ao vivo e de ensino à distância?

    Empreender é a atitude que pode nos ajudar a sair mais fortes do outro lado desta crise na qual estamos imersos. O momento é de transformação. Pode ser que em breve a gente descubra um mundo muito diferente do que o que conhecíamos até algumas semanas atrás. E aí podemos voltar para o início desta lista.
Recommended Posts

Deixe seu comentário